Míticas, Fantásticas, Etéreas e Mágicas. Recheada de Unicórnios, Druidas, Firbolgs e Formorians, fadas, poderosos magos, clãs de Anões e muito mais, o cenário as ilhas Moonshae a oeste da Costa da Espada é baseado na cultura Anglo-Celta da Grã-Bretanha, e palco de muitos conflitos entre diferentes frentes e divindades, entre eles diferentes culturas humanas – os Nortenhos com seus Galeões assaltando vilarejos e o Ppovo, com seus gloriosos castelos, Reis e Rainhas – assim como o povo Feérico e Elfos com suas deslumbrantes e reluzentes cidadelas, e a tribo Black Blood de licantropos adoradores de Malar, a poderosa e temida besta Kazgoroth, sem contar com as invasões vindas da Costa da Espada, com Amn e a vampira Erliza Daressin de Westphal tentando dominar as ilhas a partir do Sul a partir da ilha de Snowdown. Um espirito primordial da natureza denominado pelos habitantes como Mãe Terra[Earthmother] é cultuada exclusivamente nessas ilhas por Druidas e Clérigos, e manifesta seu poder através dos poços lunares (Moonwells), locais de imenso poder ditos a janela da Deusa para observar as ilhas. Um prato cheio para histórias memoráveis a serem contadas por ministréis pelas tavernas e estradas de Faerûn.

Moonshae é o segundo cenário publicado pela TSR em 1987 para AD&D em Forgotten Realms, baseado no romance do mesmo autor da primeira versão do cenário, Douglas Niles, Darkwalker on Moonshae. O romance foi o primeiro produto lançado para o cenário de campanha Forgotten Realms. O guia de cenário extende a história publicada nos romances, descreve o clima, topografia, política e economia das ilhas. O cenário é inspirado nas crônicas de Prydain de Lloyd Alexander e o folclore Mabinogion.

Posteriormente essa trilogia inspiraria o renomado R.A. Salvatore a publicar A Estilha de Cristal, a primeira vez que o Vale do Vento Gélido vem fascinar os fãs, e também apresentando o talvez mais famoso herói de D&D, Drizzt Do’Urden. Acreditem ou não, o famoso Elfo Drow e sua leal pantera Guenhwyvar são inspirados em dois personagens da trilogia de Douglas Niles, Daryth e o mastim dos charcos de Moonshae Canthus (injustiça seja feita não encontrei uma única imagem de Chanthus).

Em 2018, 30 anos tendo passados e as ilhas cobertas e escondidas sob as brumas, são novamente trazidas de volta à vida pela equipe da Baldman Games e o design de Shawn Merwin, Robert Alaniz e Eric Menge, que publicam então o cenário para aventuras de D&D 5ª edição Rising Shadows. E com isso ao longo de 3 anos diversas aventuras para o formato de Jogos Organizados da Wizards of the Coast, Adventurers League, sob o Código CCC-BMG-MOON. 20 etapas em formato de trilogia planejadas, atualmente com 53 aventuras produzidas até agora (Nem todas são exatamente trilogias, MOON 1-1 é uma aventura introdutória para níveis 1 e 2, e MOON 1-2 a 1-5 reintroduzem uma nova etapa, e MOON 20 a princípio não será uma trilogia). Confira todas as linhas de aventuras do cenário disponíveis e planejadas para a Adventurers League, temporada Histórica:

Venham conhecer mais sobre essas fantásticas e míticas histórias, sejam protagonistas e heróis dos habitantes das ilhas! Mesas estão sempre sendo anunciadas em diversas convenções de RPG nacionais e internacionais, e nos eventos da D&D Virtual Weekends!

About Author

Tomoegabi

Admin da Comunidade de fãs da Adventurers League Brasil. Analista de Sistemas e Consultora ABAP-4/SAP, Graduação em Sistemas de Informação na UFMG. Hobbies: Animes, RPG, Filmes, Compras, Artes, Design, Jogos Eletrônicos, Cultura Japonesa, Yoga, Judô, Música e muito D&D.